Em nota, a corporação informou que cumpre cinco mandados de busca e apreensão no interior de Pernambuco. As identidades dos alvos ainda não foram reveladas.

A operação, batizada de Statis, foi autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que recebeu o caso após a recente escalada da violência contra a cúpula do partido.

O União Brasil vive em clima de guerra desde que Luciano Bivar, ex-presidente da sigla, rompeu relações com Rueda. Os dois trocam farpas e ameaças desde então.

Troca de ofensas - No decorrer da troca de ofensas, Rueda teve casas incendiadas em Pernambuco. Ele passou a acusar Bivar pelo episódio. O ex-presidente do partido nega.

Em nota, a PF não deixa claro se há ligação direta entre o incêndio e a operação desta terça.

Rueda e Bivar ainda não se pronunciaram sobre a operação da PF nesta terça-feira. O União Brasil também não comentou o tema.

Deixe seu Comentário