Os três deputados estaduais do PL na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Delegado Eduardo Prado, Paulo César Martins e Major Araújo, alinharam o discurso para defender a pré-candidatura do partido à Prefeitura de Goiânia. Com a insegurança de que o deputado federal Gustavo Gayer não efetive a candidatura, o Delegado Eduardo Prado se colocou como plano B do partido na capital.

O ex-deputado estadual Fred Rodrigues (PL), cogitado como pré-candidato a vice, garantiu que Gayer segue como nome do PL em Goiânia. “Eu no momento ainda estou como pré-candidato a vereador, inclusive a própria decisão de vice é somente uma das situações que a gente tenta antecipar, política tenta se antecipar a todas a situações possíveis. Então, a gente está tentando antecipar esta situação, onde eu iria na pré-candidatura a vice, e o PL teria uma candidatura de chapa pura”, afirmou Rodrigues ao Jornal Opção.

Tanto Fred Rodrigues quanto os deputados estaduais criticam qualquer hipótese do PL ser vice em alguma chapa, como do pré-candidato do governo Sandro Mabel (UB). “Seria talvez a decisão mais estúpida politicamente que um grupo poderia tomar, se a gente aceitasse essa condição, porque o Gustavo Gayer está em primeiro mas pesquisas”, análise.

O deputado Paulo Cesar Martins segue nesta mesma linha. Para ele, é preciso o fortalecimento do partido, para galgar novas posições, como o governo estadual. “Sabemos que na verdade estão querendo pautar o PL do Estado de Goiás”, criticou.

O parlamentar rebateu qualquer interferência externa, ao citar as supostas articulações do ex-prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (MDB), com a filiação da esposa, Mayara Mendanha, ao partido no último dia de filiação – cogitada para vice de Sandro Mabel. “Qual a possibilidade do PL ser vice do União Brasil, não tem apoio da minha pessoa, do Major Araújo e nem o apoio do Paulo Cesar Martins”, fez coro o deputado Delegado Eduardo Prado. “Sinto-me credenciado, caso o deputado federal Gustavo Gayer não seja pré-candidato, ele disse que é, e nós vamos apoiá-lo aqui na cidade”, pontuou.

O senador Wilder Morais, presidente estadual do PL garante que não há recuo de Gustavo Gayer em Goiâna. “O deputado colocou seu nome à disposição do PL e vai disputar as eleições em Goiânia, com o apoio nosso e do ex-presidente Jair Bolsonaro”.

Deixe seu Comentário